Peões que atravessarem fora das passadeiras ou pontes pedonais multados

Peões que atravessarem fora das passadeiras ou pontes pedonais multados

A PN advertiu que todos os peões que fazerem a travessia fora das passadeira ou das pontes pedonais. Os automobilistas que desrespeitarem os peões, serão multados

A Unidade de Trânsito de Luanda multou esta semana mais de 20 peões por travessia fora das pontes pedonais e das passadeiras. Uma medida que começou a ser concretizada no domingo passado, à luz do artigo 99, do Código de Estrada. Que penaliza os peões que criem entraves ao trânsito rodoviário.

O valor mínimo da multa é de 300 kwanzas e a máximo de 500. Segundo o comandante da Unidade de Trânsito de Luanda, superintendente-chefe Catarino Roque Silva. Que disse ao Jornal de Angola que “na origem da decisão de aplicação de multas a peões está o elevado número de atropelamentos registados fora dos locais previamente estabelecidos”.

Mas também os automobilistas que não cedam prioridade aos peões nas passadeiras serão multados. Sendo que os valores das multas vão dos 23 mil aos 118 mil kwanzas, informou ainda Catarino Roque Silva.

“Um condutor, quando se aproxima de uma passadeira, mesmo que a sinalização o permita passar. Deve deixar o peão concluir a passagem, avisou o comandante”. Que afirmou terem sido já multados, desde domingo mais de 150 automobilistas.

O pagamento da multa deve ser feito no prazo de 15 dias, nos Serviços de Viação e Trânsito ou na Unidade de Trânsito. Se a multa não for paga dentro do prazo estipulado por lei. O processo é encaminhado para o Tribunal, informou ainda o comandante.

Catarino Roque Silva declarou que os peões que atravessarem a passadeira de forma lenta. A ser também motivo de penalização a travessia na passadeira a passos lentos. A ponto de embaraçarem o trânsito, também serão alvo de multa.

“Há pessoas que pensam que a passadeira é uma passarela, por isso fazem a travessia como se estivessem num desfile”. Declarou o oficial superior da Polícia Nacional, que transmitiu que foram atropeladas. Só durante uma semana, dez pessoas que tentavam fazer a travessia em locais impróprios, como debaixo de pedonais e nas faixas de rodagem.

Das dez pessoas atropeladas, sete morreram, informou ainda, declarando que, “depois de dez anos de sensibilização. Agora chegou o momento de serem aplicadas multas aos peões que atravessam fora das pedonais e das passadeiras. Para que ganhem consciência de que é necessário que se respeite o Código de Estrada”.

Numa primeira fase, a operação está a ser desenvolvida nas estradas principais. Como as avenidas Deolinda Rodrigues, Pedro de Castro Van-Dúnem “Loy” e 21 de Janeiro.

De lembrar que Código de Estrada entrou em vigor em 2008.

Close Menu