LeBron James doa 41 milhões de dólares para enviar 1100 jovens para a universidade

LeBron James doa 41 milhões de dólares para enviar 1100 jovens para a universidade

O astro do Cleveland Cavaliers, LeBron James, não teve uma infância fácil. Nascido em Akron, Ohio, seus pais muitas vezes não tinham dinheiro para comprar nada para LeBron. E é por isso que eles mandaram seu filho para viver com a família de Frank Walker (mentor de LeBron). 

Eles agiram certo, talvez tenha sido um golpe de sorte. Porque foi através de Walker que James aprendeu a amar e jogar basquete.

Agora atleta profissional de elite, James quer ajudar os outros. E, ele provou o quão leal é para a comunidade que o criou. Doando uma quantia importante de dinheiro para ajudar as crianças de Akron ir para a faculdade.

A ESPN.com relata que o astro de Cleveland, que muitas vezes se refere a si mesmo como “sendo uma criança de Akron”. Fez uma parceria com a Universidade da mesma cidade para garantir bolsas de estudo. Para estudantes que se qualificarem e estiverem em seu programa de caridade “I Promise”.

A bolsa ofertada cobre a taxa de matrícula e a taxa de serviço geral da universidade, cerca de US$ 9.500 dólares por ano. No total, a bolsa de estudos deve cobrir os custos de 1.100 crianças, o valor total estimado é de US$ 41,8 milhões de dólares

LeBron James anunciou a boa notícia em junho, enquanto participava de um evento para estudantes na Cedar Point Amusement Park. Ele disse: “Esta é a razão pela qual eu faço o que faço.

Estes alunos têm grandes sonhos, e eu estou feliz em fazer tudo o que puder para ajudá-los a chegar lá. Eles vão ter de lutar por isso, mas estou animado para ver o que essas crianças podem fazer sabendo que a faculdade é o seu futuro“, disse James.

Os critérios para poderem participar do programa de bolsas ainda está sendo definido. Mas muito provavelmente será para os alunos que terminarem o ensino médio nas escolas públicas de Akron e acertarem os requisitos médios da prova. Os selecionados provavelmente também terão que se alistar no exército, nos Estados Unidos não é obrigatório se alistar.

O jogador do Cavs terminou dizendo: “Isso ajuda muito porque, quando você é uma criança que cresce acima no interior do estado com um monte de crianças afro-americanas, você realmente não pensa no que fazer além do ensino médio”, disse James, que não frequentou a faculdade para ir para a NBA.

“Você realmente não sabe o seu futuro. Você ouve sobre o ensino médio o tempo todo, e você termina o ensino médio e, logo em seguida, você não pensa em ir pra faculdade porque ou não é possível ou sua família não tem dinheiro para isso”, finalizou James

 

www.sobeabola.com.br

Close Menu