Dr. Miete Sacha: “Muitas mulheres estão viciadas com vibrador em Angola” e deixa recomendações para os homens

Dr. Miete Sacha: “Muitas mulheres estão viciadas com vibrador em Angola” e deixa recomendações para os homens

O especialista em sexologia, dr. Miete Sacha, revelou ontem em entrevista à rádio que é elevado o número de mulheres com vícios na penetração vaginal com o vibrador ou algum objecto similar possível para o efeito, o que é um sinal de compulsão sexual.

De acordo com o sexólogo, que abordava sobre a compulsão sexual, no programa nocturno da rádio Luanda, ‘Viva à noite’, a masturbação e penetrações vaginais de objectos mais ou menos do tamanho do pénis, como vem constatando o aumento da prática pelas mulheres, face a sua experiência em consultório, é uma das características da compulsão sexual, pelo que recomenda mesmo à cópula entre pessoas opostas “porque a mulher precisa de sexo”, refere.

Uma mulher compulsiva, explicou, tem desvios que chegam ao ponto de introduzir qualquer objecto no canal vaginal. Deu exemplo de uma senhora que foi submetida a cirurgia para lhe retirar uma mandioca que colou depois de experimentar penetrar com essa raiz. Uma das características das mulheres compulsivas é o ciúme doentio.

Dr. Sacha referiu que sexo é o maior sedativo porque tem dopamina (mediador químico sintetizado por certas células nervosas), que relaxa a mente. Acrescentou que o clímax (orgasmo) faz relaxar o corpo, entretanto, tal acontece “quando o sexo é bem feito”, e isso consegue-se (uma recomendação sobretudo para os rapazes) através das mais variadas preliminares; de uma penetração controlada com a mente (já que o sexo começa na mente) e prender a respiração na medida em que entra o pénis, fazê-lo de forma pausada e calma. Portanto, é a ansiedade das maiores vilãs nessa história.

Ora, esse tipo de desvio (compulsão sexual), entende o especialista, é originado pela falta de educação cultural nos meninos em casa, referindo-se mais concretamente a não observância, nos dias de hoje, de certos rituais, por exemplo, como os de iniciação, além da carência de uma alimentação saudável, baseada em produtos naturais, “como uma boa muteta, mandioca…”, diz. Aqui, logo, é já a má alimentação outra das maiores vilãs do enredo, já que a ingestão só de produtos químicos reduz a qualidade sexual.

Close Menu